Biografia

O Coro Infantil de Santo Amaro de Oeiras iniciou a sua actividade em 10 de Dezembro de 1976, com um grupo de 17 crianças.

 Foi seu fundador o Maestro César Batalha, que o dirigiu até 2009.

Rapidamente ascendeu a um lugar cimeiro na música coral infantil no nosso País, tendo sido pioneiro, abrindo caminho a muitos outros agrupamentos congéneres que se foram criando em Portugal Continental e Regiões Autónomas.

Em 1978, gravou o seu primeiro LP - Uma Dúzia de Canções - que depressa alcançou êxito, quer pela beleza simples e infantil dos seus trechos, quer pela interpretação do Coro.

Em 1979, foi apresentado pela primeira vez a todo o País através da Primeira Gala Internacional dos Pequenos Cantores da Figueira da Foz.

Aí foi agraciada com um primeiro prémio a canção Eu vi um sapo, da autoria de César Batalha (música) e Lúcia Carvalho (letra).

Essa mesma canção viria a ser escolhida para representar Portugal no Sequim de Ouro em Bolonha, festival da canção infantil a favor da UNICEF e ganharia o Sequim de Ouro e o Sequim de Prata.

Também o trecho A todos um Bom Natal, dos mesmos autores, foi gravado e difundido pelo Coro Infantil de Santo Amaro de Oeiras, figurando entre os clássicos natalícios do nosso País.

É constante a actividade deste Coro, principalmente na época de Natal, tendo cantado em variadíssimas salas de espectáculo.

Vem participando em inúmeros programas de TV, levando deste modo as suas actuações a todo o País e estrangeiro.

Destaque para as suas continuadas intervenções no Natal dos Hospitais e na Campanha "Pirilampo Mágico", que pôde contar com a colaboração do Coro desde o seu início, e ainda no programa "Mosaique" para a Europa e Canadá, bem como a gravação de "Vozes Infantis de Todo O Mundo" da Televisão Holandesa.

Muitos cantores profissionais têm solicitado o contributo do Coro para as suas gravações: Mara Abrantes, Frei Hermano da Câmara, Suzy Paula, Samuel, Trovante, Michael Jackson (em espectáculo), Secret Lie, Just Girls, etc.

Continua dando o seu contributo a campanhas de carácter humanitário ou social tais como: Prevenção Rodoviária "Vamos e Vivos", Festa do Trânsito, Cartões UNICEF, "Jogos do Atlântico", cujo Hino Vou entrar nesta festa, composto pelo Maestro César Batalha, o Coro interpreta.

O repertório do Coro é, musicalmente, da autoria de César Batalha e os poemas de alguns dos mais representativos poetas que dedicaram alguma da sua inspiração a temas infantis: Miguel Torga, Maria Alberta Menéres, Vinícius de Morais, Cecília Meireles, Afonso Lopes Vieira, Fernando Pessoa e ainda Rosa Colaço, Raquel Delgado, Nuno Gomes dos Santos e Lúcia Carvalho.

Pugna o Coro Infantil de Santo Amaro de Oeiras por uma imagem digna, procurando conseguir o melhor, tanto artística como humanamente, tendo por isso criado amigos e admiradores nos locais onde actua.

No seu aspecto formativo, pretende o Coro evitar o vedetismo, fomentando nos seus elementos a simplicidade e o espírito de grupo.

O Coro Infantil de Santo Amaro de Oeiras funciona com uma Direcção composta por pessoas que lhe dedicam gratuitamente algum do seu tempo livre. Dela fazem para o seu Director Artístico, Maestro César Batalha e uma directora administrativa que vem contando com o apoio desinteressado e amigo de variadíssimas pessoas, a maior parte das vezes, mães de coralistas.

O seu primeiro local de ensaios foi-lhe graciosamente cedido pelos Bombeiros Voluntários de Oeiras. Em 1987, a sua actividade passou para o antigo Oeiras-Cine, facultado pela Câmara Municipal de Oeiras. Desde 1990, o seu trabalho tem vindo a desenvolver-se na Sede do Coro de Santo Amaro de Oeiras, no Complexo Comercial Alto da Barra, cedida igualmente pela Câmara Municipal de Oeiras.

Em 2012 participa na campanha da marca Coca-Cola Portugal - Há Razões para Acreditar num Mundo Melhor, interpretando uma versão de Whatever do grupo Oasis.

É vencedor no Concurso Global Rock Star, promovido pela Cimeira da Terra Rio 20+, sendo convidados para atuar no Brasil em Julho desse ano.

Desde 2009 é dirigido pela Maestrina Yara Gutkin e é composto por cerca de 90 crianças.